Ir para conteúdo

Circular o tempo

A sessão Circular o tempo reúne filmes que reelaboram vestígios do passado, num movimento de preservação das memórias que também diz sobre o conhecimento de si.

Ângelo

Um retrato multifacetado de Ângelo Machado: avô, cientista, professor, dramaturgo, escritor, ambientalista, zoólogo e estudioso de libélulas e borboletas. Através de uma forte relação com sua neta e diretora, este filme traz o mundo único e singular de Ângelo.

Direção: Mariana Machado

Contato: xmarianamachado@gmail.com

https://www.marianamachado.art/

Vídeo-Carta

Uma pequena carta por onde percorremos alguns fragmentos de imagens. Os rastros dos tempos de escuridão tatuados no espaço urbano de Buenos Aires, de Montevideo e de Belo Horizonte. A ditadura civil-militar, o Parque da Memória e a Praça de Maio na Argentina. Os anos de fuzilamento e tortura do Cárcere Miguelete, atual Espaço de Arte Contemporânea no Uruguai. Alguns pequenos frames de luz colocam o passado em movimento no presente, para que possamos pensar sobre a memória de um antigo Hospital de Neuropsiquiatria Infantil, o casarão que hoje abriga o Espaço Comum Luiz Estrela. Ao mesmo tempo, um cavalo que se recusa a viver na cidade, flutua na imagem, como uma de nossas memórias visuais mais antigas.

Direção: Priscila Musa

Contato: priscilamusa@gmail.com

só conheço as mulheres que não sou

Diário que se constrói enquanto se filma, tocando em questões feministas, raciais e de escritas de si. Neste breve ensaio a câmera se torna espelho íntimo da diretora, que compartilha seus processos subjetivos em constante transformação e elaboração, capturados num instante inacabado de cinema. (Por Larissa Muniz)

Direção: Luiza Gabriela

Contato: luizagmonteiro0@gmail.com

Eu, tu, nós

A partir de fotografias do diretor (entre outras imagens de arquivo), o filme propõe uma reflexão entre experiências pessoais e coletivas de sujeitos LGBT, bem como uma elaboração histórica do movimento LGBT no Brasil e no mundo. Com traço ensaístico e autobiográfico, Eu, Tu, Nós é um aglomerado de memórias: as de Matheus, de seu melhor amigo e das pessoas que entrevista.

Direção: Matheus Mello

Contato: matheusmcsvale@gmail.com

Para as gerações que vieram antes de mim

“Com um título-dedicatória, Para as gerações que vieram antes de mim é construído pela narrativa fragmentada da história de uma família a partir de arquivos pessoais em vídeos e fotografias que são enquadradas cuidadosamente. Lacunas convivem com as lembranças e apontam para a complexidade do racismo estrutural que atravessa as relações pessoais.” (Sinopse de Alessandra Brito desenvolvida para o 23° FestCurtasBH)

Direção: Filipe Bretas Lucas

Contato: filipebretas2@gmail.com

*O diretor disponibilizou também o relatório de realização do filme, escrito como parte do Trabalho de Conclusão de Curso do qual o Para as Gerações que vieram antes de mim nasceu. Para acessar o relatório, clique aqui.

%d blogueiros gostam disto: